Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Infográfico sobre os países do G-20

(afp_tickers)

O G20 é um fórum que, desde 2008, reúne os principais países industrializados e emergentes do planeta.

Criado inicialmente para enfrentar a crise financeira mundial se tornou um fórum para abordar as grandes questões econômicas a nível global.

O G20 tem a ambição de ser mais representativo que o G7 (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido), que reúne apenas os países mais ricos.

Juntas, as economias do G20 (19 países + União Europeia) representam dois terços da população mundial, 80% do comércio e 85% da riqueza produzida.

Os países membros são, por ordem de importância econômica: Estados Unidos, China, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Índia, Brasil, Itália, Canadá, Coreia do Sul, Rússia, Austrália, México, Indonésia, Turquia, Arábia Saudita, Argentina e África do Sul.

Após uma primeira tentativa em 1999, o G20 só passou a existir em 2008, com uma reunião em Washington para tentar limitar os efeitos da crise financeira iniciada nos Estados Unidos.

Um ano depois, o principal debate foi a luta contra os paraísos fiscais. Desde então, além das questões estritamente econômicas, o grupo abordou temas como o clima, a energia ou o mercado de trabalho.

Os críticos do G20 questionam os critérios de formação do grupo, do qual não fazem parte Holanda ou Suíça, que têm economias mais importantes que as de países como Argentina, por exemplo.

Também criticam o fato de fórum fazer sombra a instâncias internacionais que já tratam de questões econômicas, como o Fundo Monetário Internacional ou o Banco Mundial.

AFP