AFP

Jared Kushner em 16 de fevereiro de 2017 na Casa Branca

(afp_tickers)

Jared Kushner, genro e assessor do presidente americano, Donald Trump, reuniu-se nesta terça-feira, em Erbil, com o líder curdo Masud Barzani no segundo dia de sua visita ao Iraque.

A visita de Kushner ao país ilustra a confiança que o presidente americano, Donald Trump, tem neste executivo de 36 anos, marido de sua filha Ivanka.

Kushner, acompanhado do general Joe Dunford, chefe de Estado-maior conjunto das forças armadas americanas, reuniu-se na região autônoma do Curdistão iraquiano com o líder local Masud Barzani, chefe do governo regional, Nechirvan Barzani, e com o encarregado de Relações Exteriores do território, Masrour Barzani.

Masrour Barzani publicou em sua conta no Twitter que a reunião foi "produtiva", afirmando que o principal tema foi a luta contra o grupo extremista Estado Islâmico e os "planes para o dia seguinte".

Na segunda-feira, Dunford e Kushner se reuniram com o primeiro-ministro iraquiano, Haider al Abadi, e com o ministro da Defesa, Irfan Al Hiyali.

A visita coincide com a ofensiva lançada pelas forças iraquianas em 19 de fevereiro para tomar do EI a parte oeste de Mossul, último grande reduto dos extremistas no Iraque.

Estão apoiadas pela coalizão internacional antiextremista, liderada por Washington, que bombardeia regularmente posições do grupo, e que foi criticada recentemente por ter causado baixas civis no oeste de Mossul.

AFP

 AFP