Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O CEO da Baidu, Robin Li (à direita), disse nesta quarta-feira (18) que o gigante chinês da internet vai lançar em breve no mercado um ônibus autônomo

(afp_tickers)

O CEO da Baidu, Robin Li, disse nesta quarta-feira (18) que o gigante chinês da internet vai lançar em breve no mercado um ônibus autônomo.

A Baidu está cooperando com uma série de empresas de carros autônomos e está trabalhando com um fabricante na China para levar um ônibus sem condutor às ruas no ano que vem, disse Li em uma entrevista ao The Wall Street Journal D.Live em Laguna Beach, Califórnia.

A Microsoft colabora com o grupo Baidu, conhecido como o "Google chinês", para desenvolver tecnologias em veículos autônomos em todo o mundo, como anunciaram ambos grupos em julho passado.

Muitos grandes fabricantes de carros e titãs tecnológicos, inclusive a Alphabet, matriz da Google, realizaram esforços nos últimos anos para desenvolver veículos autônomos, convencidos de que esses sistemas podem eliminar muitos acidentes de trânsito. A Apple tem autorização para realizar testes na Califórnia.

A Tesla, com sede nos Estados Unidos, afirma que seus modelos foram fabricados com hardware para direção autônoma, caso as autoridades permitam essa tecnologia.

A fabricante de chips americana Intel tem uma parceria com a Waymo, divisão autônoma da Alphabet dedicada a fabricar veículos, que prevê construir carros semiautônomos em dois anos.

Li disse que a Baidu tem um "plano sólido" para que sua plataforma de softwares Apollo produza carros totalmente autônomos para o ano de 2021 e parcialmente autônomos em dois anos.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP