Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O vice-presidente de gerenciamento de produto do Google, Mario Queiroz, apresenta o Google Home, em Mountain View, Califórnia, no dia 18 de maio de 2016

(afp_tickers)

O gigante da internet americano Google (grupo Alphabet) apresentou nesta quarta-feira o primeiro protótipo de um aparelho que pretende se converter em uma plataforma inteligente para o lar, que incluirá um assistente virtual e um comando de voz aperfeiçoado, e será lançado até o final do ano.

O Google Home se posiciona, assim, como um concorrente do dispositivo inteligente Echo, lançado pela Amazon em 2014, que combina um alto-falante com um assistente pessoal acionado por comando de voz, capaz de responder perguntas sobre previsões meteorológicas ou informar sobre as últimas notícias, assim como controlar objetos conectados na casa.

O Google Home pretende, ainda, se converter em "um centro de controle de toda a sua casa", e "um telecomando para o mundo real sempre que necessário", afirmou Mario Queiroz, vice-presidente do Google, na apresentação do aparelho durante a conferência anual I/O, organizada para desenvolvedores da empresa em Mountain View, Califórnia.

AFP