Navigation

Governo informa forte queda da criminalidade na Venezuela

Estudante da Universidade Central da Venezuela lança pedra contra a polícia em Caracas, em 21 de novembro de 2018. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 26. novembro 2018 - 20:54
(AFP)

A Venezuela registrou uma taxa de 30 homicídios para cada 100.000 habitantes, com 9.675 casos desde o início de 2018, o que representa uma queda espetacular em relação aos anos precedentes, informou o governo nesta segunda-feira, contrariando os números das ONGs de direitos humanos.

Faltando pouco mais de um mês para o fim do ano, o ministro do Interior e Justiça, Néstor Reverol, relatou uma forte queda na criminalidade, que segundo o próprio governo foi de 47 homicídios por cada 100 mil habitantes em 2017 e de 56 por 100 mil em 2016.

Segundo a ONG Observatório Venezuelano da Violência (OVV), que tem o aval das sete maiores universidades do país, a taxa de homicídios em 2017 foi de 89 para cada 100 mil habitantes.

"Gostaria que fosse verdade mas, lamentavelmente, não acreditamos que seja assim", disse à AFP o diretor da OVV, Roberto Briceño, sobre o número oficial.

De acordo com a OVV, a Venezuela registrou 26.619 mortes violentas em 2017, e sua média é quase 15 vezes maior que o padrão mundial.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.