AFP

Ativistas do Greenpeace penduram faixa na Torre Eiffel com os dizeres "Liberdade, Igualdade, Fraternidade", em Paris, em 5 de maio de 2017

(afp_tickers)

Ativistas do Greenpeace abriram nesta sexta-feira uma faixa contra o partido de extrema-direita Frente Nacional (FN) na Torre Eiffel, com a frase "Liberdade, Igualdade, Fraternidade".

Doze pessoas foram detidas, de acordo com uma fonte policial, acusadas de degradar uma barreira de proteção.

A ação, que acontece a dois dias do segundo turno presidencial na França, pretende "advertir contra o projeto de Marine Le Pen e o que representa como risco para as associações e além", declarou Jean-François Julliard, diretor geral do Greenpeace França.

Além do lema da República Francesa, a faixa de 30 metros de largura tem o nome da organização de defesa do meio ambiente e a hashtag #resist.

A faixa foi colocada entre dois pilares da torre.

"O Greeenpeace se preocupa com este tempo de ressurgimento dos nacionalismos, na Turquia, na Hungria, e com o perigo das restrições à liberdade de associação. Nossa missão é fazer oposição a isto", afirmou Julliard.

A manifestação, no entanto, demonstra falha no esquema de segurança do monumento em um contexto de ameaça jihadista elevada, afirmou a polícia de Paris em um comunicado.

AFP

 AFP