Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Equipe do Centro de Controle de Zoonoses, em Taiwan, no dia 17 de janeiro de 2015, colocam gansos dentro de sacolas para prevenir a disseminação do vírus da gripe aviária (H5N1)

(afp_tickers)

Um caso de gripe aviária foi descoberto em uma segunda fazenda em Ontário (centro do Canadá), o que exigiu a quarentena do lugar e o abate dos frangos - informaram as autoridades de saúde neste domingo.

A Agência Canadense de Inspeção Alimentar (CFIA) anunciou a realização de novos testes para determinar a cepa do vírus.

As primeiras análises foram feitas na última sexta-feira "após a morte súbita" das aves da granja, segundo a CFIA.

A agência lembra que a gripe aviária "raramente contagia os seres humanos que não estão em constante contato com as aves infectadas".

No início de abril, as autoridades de saúde canadenses ampliaram a quarentena para nove fazendas em Ontário após a descoberta de contaminação fazenda de perus na província.

No final de 2014, várias fazendas na British Colúmbia foram afetadas pelo vírus H5N2, exigindo o abate de aves e a proibição de exportar produtos avícolas para os Estados Unidos.

AFP