Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O primeiro-ministro interino da Líbia, Abdullah al-Thani, é visto em 3 de julho de 2014, em Trípoli

(afp_tickers)

O governo líbio informou nesta quinta-feira que uma milícia armada havia impedido o primeiro-ministro, Abdullah al-Thani, de embarcar em um avião no aeroporto militar de Mitiga, perto de Trípoli, após o fechamento do aeroporto internacional da capital devido a combates.

"Em um atentado à legitimidade do Estado, os grupos que controlam o aeroporto de Mitiga impediram hoje (quinta-feira) o primeiro-ministro interino e um determinado número de ministros de viajar no aeroporto", indicou o governo em um comunicado divulgado na internet.

Al-Thani viajava para Tobruk, no leste do país, "para participar de uma série de reuniões", acrescentou.

Esse incidente reflete a impotência das autoridades diante das dezenas de milícias que impõem sua lei no país. O ex-primeiro-ministro Ali Zeidan chegou a ser sequestrado por algumas horas em outubro.

AFP