Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Oficiais da unidade de segurança presidencial filipina no palácio de Malacanang em 2015

(afp_tickers)

Um guarda da força de segurança de elite do presidente filipino Rodrigo Duterte foi encontrado morto dentro do complexo presidencial.

O comandante Harin Gonzaga, de 37 anos, foi encontrado por sua mulher com um tiro na altura do coração em seu quarto, dentro do complexo presidencial de Malacanang, em Manila, informou general de brigada Lope Dagoy, chefe da segurança.

Dagoy afirmou que não foram encontrados sinais de crime, mas a polícia está investigando a morte.

O incidente aconteceu em um local afastado da residência do presidente Duterte, que fica no mesmo complexo.

A mulher de vítima disse que o casal não tinha problemas, mas que o marido estava com excesso de trabalho, segundo Dagoy.

Rodrigo Duterte foi eleito no ano passado por grande maioria com a promessa de erradicar as drogas. Desde sua posse, a polícia teria matado quase 4.000 pessoas em sua guerra contra as drogas.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP