Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O Vulcão de Fogo em erupção, no dia 5 de maio de 2017, em Alotenango, Guatemala

(afp_tickers)

Autoridades da Defesa Civil da Guatemala anunciaram nesta terça-feira (29) que estão em alerta pelo aumento da atividade eruptiva do Vulcão de Fogo, situado próximo à capital, registrando constantes explosões e sismos sentidos por comunidades próximas.

"Mantém-se o monitoramento do Vulcão de Fogo, que registra um aumento de sua atividade", disse a jornalistas David de León, porta-voz da Coordenadoria Nacional para a Redução de Desastres (Conred).

O vulcão, com 3.763 metros de altitude e situado a 35 km da Cidade da Guatemala, lançou cinzas vulcânicas que atingiram 1.000 metros acima da cratera, motivo pelo qual os povoados próximos mantêm-se atentos a ativar seus planos de emergência "se considerarem oportuno".

Na semana passada, o vulcão provocou uma nuvem de cinzas e obrigou a população das comunidades afetadas a usar máscaras de proteção, fechar compartimentos de água e guardar alimentos, ainda que não tenha sido necessário evacuá-los da região.

A última emergência ocasionada pela erupção do Vulcão de Fogo na Guatemala aconteceu em setembro de 2012, quando 10.000 moradores foram retirados de áreas próximas.

Na Guatemala também estão ativos os vulcões Santiaguito (oeste) e Pacaya (sul), esse último a 20 km da capital.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP