AFP

Pessoas protestam em frente ao parlamento em Budapeste, no dia 4 de abril de 2017

(afp_tickers)

Milhares de húngaros se concentraram nesta segunda-feira em Budapeste em apoio à União Europeia (UE) e contra a política do primeiro-ministro, Viktor Orban, que, segundo os manifestantes, aproxima demais o país da Rússia.

Muitos dos manifestantes, estimados em dez mil pelos veículos de comunicação locais, agitavam bandeiras da UE e repetiam "Europa, não Moscou!" ao passar em frente à embaixada russa, no centro de Budapeste.

Orban tem sido acusado por seus opositores de apoiar o presidente russo, Vladimir Putin, que visitou Budapeste em duas ocasiões nos últimos três anos.

O premiê húngaro também assinou um controverso acordo de empréstimo com a Rússia em 2014 para financiar a ampliação da única usina nuclear do país.

Naquele mesmo ano, Orban afirmou que, ao invés da democracia liberal, ele favorecia a construção de um "estado não liberal", e destacou a Rússia como modelo.

AFP

 AFP