Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Uma impressora 3D usou cerca de 800 camadas de concreto para criar uma ponte de oito metros para ciclistas na cidade holandesa de Gemert.

(afp_tickers)

A Holanda inaugurou, nesta terça-feira (17), a primeira ponte de concreto do mundo construída com uma impressora 3D, que em um primeiro momento será reservada a ciclistas.

Houve aplausos quando as autoridades locais, usando capacetes e uniformes de construção, atravessaram a ponte em suas bicicletas, na cidade de Gemert, no sudeste da Holanda.

"A ponte não é muito grande, mas foi feita com uma impressora, o que a torna única", explicou Theo Salet, da Universidade Tecnológica de Eindhoven, ao canal de televisão NOS.

O trabalho de impressão da ponte, que tem cerca de 800 camadas e é feita de concreto protendido e reforçado, levou cerca de três meses, de acordo com a universidade.

"Uma das vantagens de imprimir uma ponte é que se necessita muito menos concreto do que na técnica convencional, em que um molde é preenchido", disse a instituição em seu site, acrescentando que "uma impressora deposita o concreto apenas onde é necessário".

A ponte, de oito metros, conecta duas estradas por cima de uma vala cheia de água. Com a colaboração da empresa de construção BAM Infra, foi testada para garantir que é segura e capaz de suportar cargas de até duas toneladas.

A Holanda, assim como os Estados Unidos e a China, está na liderança do uso da tecnologia de impressão 3D, recorrendo a computadores e robótica para construir objetos e estruturas a partir do zero sem utilizar mão de obra tradicional.

A start-up holandesa MX3D já completou um terço da impressão de uma ponte de aço inoxidável, e pretende concluir a construção em março, para instalá-la sobre um canal de Amsterdã em junho de 2018.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP