Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(29 jun) Carro da polícia em frente à mesquita de Créteil

(afp_tickers)

Um homem que sofre de esquizofrenia jogou seu veículo várias vezes nesta quinta-feira contra a barreira de proteção de uma mesquita em Créteil, ao sul de Paris, em um incidente que não deixou feridos.

Líderes muçulmanos denunciaram "uma tentativa de ataque".

O homem de 43 anos, de origem armênia e desempregado, havia sido hospitalizado em duas ocasiões, em 2006 e em 2007, por esquizofrenia, segundo informou nesta sexta-feira a justiça francesa. Ele está atualmente em tratamento médico.

"Ele será submetido a um exame psiquiátrico para verificar se compreende o que é dito", indicou a Procuradoria.

Segundo a polícia da capital francesa, durante a tarde de quinta-feira um homem ao volante de um veículo 4x4 "atingiu várias vezes os cones e as barreiras de proteção da mesquita de Créteil". "Como não conseguiu superar os obstáculos, continuou seu caminho (...) e fugiu".

O motorista, que era o proprietário do veículo, foi detido mais tarde "sem incidentes" e permanece preso.

Durante a noite, a polícia realizou uma batida na casa do homem, informou uma fonte ligada ao caso.

Segundo a fonte, o homem fez "comentários confusos relacionados aos atentados" jihadistas ocorridos na França a partir de 2015 e que deixaram 239 mortos.

Segundo as autoridades, o detido não estava sob o efeito de bebida alcoólica.

O chefe da polícia de Paris, Michel Delpuech, afirmou que está em andamento uma investigação para "precisar os motivos do motorista e determinar sua responsabilidade penal".

Em um comunicado, o reitor da Grande Mesquita de Paris, Dalil Boubakeur, denunciou a "agressão criminosa" e o "ato de islamofobia".

AFP