AFP

Policiais britânicos próximos ao Parlamento, em Londres, em 27 de abril de 2017

(afp_tickers)

Um homem armado com faca detido em 27 de abril perto do Parlamento britânico foi indiciado nesta terça-feira (9) por "preparativos para um atentado terrorista" - anunciou a Polícia.

Khalid Mohamed Omar Ali, de 27 anos, residente no norte de Londres, também foi indiciado por posse de explosivos com a intenção de ferir, de danificar um prédio, ou de permitir que outras pessoas cometessem atos dessa natureza.

Essa última acusação se deve às suas "atividades no Afeganistão em 2012", explicou a Polícia, sem dar detalhes.

Na quarta-feira, ele deve comparecer perante a Justiça.

Ao prendê-lo, a Polícia relatou que ele tinha várias facas. Fotos de um jornalista da AFP mostravam três facões no chão, no momento do incidente.

Sua detenção aconteceu apenas um mês depois do atentado cometido em 22 de março, durante o qual um homem lançou um veículo contra pedestres na ponte que atravessa o rio Tâmisa frente ao Big Ben. Em seguida, matou um policial a punhaladas, perto do Parlamento. Ao todo, esse atentado deixou cinco mortos.

AFP

 AFP