Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Um policial na rua onde um homem atropelou pedestres em Blagnac, perto de Toulouse, em 10 de novembro de 2017

(afp_tickers)

O motorista que atropelou deliberadamente três estudantes chinesas na sexta-feira à noite perto de Toulouse, no sudoeste da França, foi acusado por tentativa de assassinato e detido provisoriamente neste domingo, informou o procurador da República de Toulouse.

O homem, de 28 anos, com antecedentes psiquiátricos, foi apresentado ante um juiz de instrução no domingo à tarde e depois preso, disse o procurador, Pierre-Yves Couilleau.

"Manteve a mesma explicação diante dos juízes", indicou o procurador, afirmando que, desde sua prisão, na noite de sexta-feira, a centenas de metros do lugar dos acontecimentos, o acusado dizia que vinha pensando em atropelar pessoas há várias semanas, após ter ouvido vozes que ordenavam que ele fizesse isso.

O indivíduo não era fichado por radicalização, e atropelou voluntariamente três estudantes quando estas atravessavam a rua por uma faixa de pedestres em um bairro residencial de Blagnac, perto de Toulouse.

Duas das vítimas estão hospitalizadas, embora seu "estado de saúde não seja preocupante", afirmou a mesma fonte. Uma terceira vítima saiu do hospital na sexta-feira à noite.

O motorista, que tinha sido diagnosticado com esquizofrenia, já foi condenado uma dezena de vezes por infração à legislação sobre estupefacientes e roubo com arma.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP