Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Riyadh al-Adhadh é membro de Mutahidun, o principal bloco árabe sunita do Parlamento iraquiano. Passou vários meses na prisão em 2012, acusado de ter financiado grupos insurgentes. Em setembro de 2013 sobreviveu a um ataque contra seu comboio.

(afp_tickers)

Homens armados vestidos com uniforme militar detiveram um político sunita em sua casa e o levaram, assim como seus guarda-costas, em uma caravana de uma dezena de veículos, anunciou neste sábado a polícia.

"Homens armados vieram durante a noite e detiveram o chefe do conselho provincial de Bagdá, Riyadh al-Adhadh, e quatro de seus guarda-costas, em sua casa de Azamiya", no norte de Bagdá, declarou um coronel da polícia à AFP.

Não se sabe se trata-se de um sequestro ou se o político foi detido oficialmente pelas autoridades.

Um funcionário do conselho provincial declarou que Adhadh "e vários de seus guarda-costas foram sequestrados ontem à noite (sexta-feira)" e levados a um local desconhecido.

Este político é membro de Mutahidun, o principal bloco árabe sunita do Parlamento iraquiano. Passou vários meses na prisão em 2012, acusado de ter financiado grupos insurgentes. Em setembro de 2013 sobreviveu a um ataque contra seu comboio.

O governo do primeiro-ministro xiita, Nuri al-Maliki costuma acusar os principais políticos sunitas de manter vínculos com os insurgentes.

O Iraque é palco de uma ofensiva de insurgentes sunitas liderados por jihadistas que se apoderaram de extensas zonas de território desde 9 de junho.

AFP