Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Mulher fotografa danos após a passagem do furacão Irma, em Miami, em 11 de setembro de 2017

(afp_tickers)

O hotel Ritz Carlton despediu 281 funcionários de suas instalações em Miami Beach, no sul da Flórida, que se somam às mais de 32.000 pessoas que já perderam seus empregos nesse estado americano após a passagem do furacão Irma.

O gerente-geral do hotel, Sase Gjorsovski, justificou em uma carta que a extensão do dano deixado pela tempestade o forçou a manter o empreendimento fechado desde o dia 8 de setembro, dois dias antes da Flórida ser atingida pelo furacão.

"Lamentamos informar que como resultado direto do dano ao resort, causado por esse desastre natural, despediremos 281 funcionários", escreveu Gjorsovski em documento enviado ao Departamento de Oportunidades de Emprego da Flórida.

Na semana passada, o resort Hawks Cay, nos estreitos dos Keys da Flórida, despediu 260 funcionários, segundo estimativas feitas pelo jornal Miami Herald.

Irma causou grandes estragos à Flórida quando tocou a terra no dia 10 de setembro, fortalecido como categoria 4. Mais de 75 pessoas morreram em decorrência da passagem do furacão no estado, incluindo 11 idosos em uma casa de repouso em Hollywood, ao norte de Miami.

Desde então, 32.186 pessoas solicitaram a participação em um programa estatal de auxílio-desemprego por causa do desastre, disse à AFP Tiffany Vause, porta-voz do Departamento de Oportunidades de Emprego.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP