Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Forças de segurança preparam a execução do acusado em uma praça pública da capital

(afp_tickers)

Milhares de pessoas assistiram nesta segunda-feira em Sana, capital do Iêmen, à execução de um homem condenado à morte pelo estupro e assassinato de uma menina de 3 anos, um caso que comoveu o país.

Mohamed al Moghrabi, de 41 anos, foi levado até a praça Tahir, no centro de Sana, em meio a um forte esquema de segurança. A polícia temia que o homem fosse linchado pela multidão.

O réu recebeu 100 chibatadas, que faziam parte da condenação, antes de ser deitado com o rosto virado para o chão e ser executado com vários tiros na altura do coração.

O veredito previa uma execução pública porque as autoridades da capital iemenita - controlada pelos rebeldes xiitas huthis pró-iranianos - queriam torná-lo um exemplo de sua vontade de lutar contra o crime.

AFP