Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Victoire Ingabire fala à imprensa após deixar a prisão

(afp_tickers)

Uma das principais figuras da oposição ruandesa, Victoire Ingabire, foi libertada da prisão neste sábado como parte da libertação antecipada de mais de 2.000 prisioneiros, um perdão concedido na sexta pelo presidente Paul Kagame, que lidera o país há 25 anos.

"Agradeço ao presidente, que permitiu esta liberação", disse a oposição ao deixar a prisão de Mageragere, na capital ruandesa, Kigali.

"Espero que isso marque o início da abertura do espaço político em Ruanda", acrescentou, e pediu a Kagame que "liberte outros presos políticos".

Ingabire foi presa em 2010 logo após seu retorno a Ruanda para concorrer à presidência contra Paul Kagame como candidata do Partido das Forças Democráticas Unificadas (FDU-Inkingi), uma formação de oposição não reconhecida pelas autoridades de Kigali.

Economista hutu, que não estava em Ruanda durante o genocídio, ela passou 17 anos no exílio na Holanda.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










AFP