AFP

(Arquivo) O presidente de Angola, José Eduardo dos Santos

(afp_tickers)

A oposição angolana pediu nesta quarta-feira esclarecimentos oficiais sobre o estado de saúde do presidente José Eduardo dos Santos, em viagem por motivos médicos em Barcelona (nordeste da Espanha), que, segundo rumores, estaria "entre a vida e a morte" desde o começo de maio.

"Todos estamos preocupados com a falta de informação oficial sobre o estado de saúde do presidente da República", denunciou à AFP Rafael Savimbi, filho de Jonas Savimbi, ex-líder da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), principal partido da oposição.

"Recebi mensagens sobre o estado de saúde extremamente grave de José Eduardo dos Santos. Precisamos de sérias e claras explicações", acrescentou Agostinho dos Santos, um analista político próximo à oposição.

Desde a semana passada, o site Maka Angola, de opositores ao chefe de Estado, afirma que o presidente angolano de 74 anos está "entre a vida e a morte em uma clínica privada em Barcelona".

O jornal do Estado, Jornal de Angola, confirmou no dia 2 de maio que o presidente estava em "visita privada" na cidade catalã.

Estes rumores obrigaram Isabel dos Santos, filha do dirigente, a publicar uma mensagem desmentindo estas informações em sua conta no Instagram.

AFP

 AFP