Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O presidente executivo do grupo Inditex, Pablo Isla

(afp_tickers)

O grupo têxtil espanhol Inditex, proprietário da Zara, anunciou um lucro líquido de 1,36 bilhão de euros no primeiro semestre de 2017, o que representa uma alta de 9%.

O faturamento aumentou 11,5% na comparação com o primeiro semestre de 2016, a 11,7 bilhões de euros.

A margem bruta progrediu 11% em ritmo anual, sobretudo pelo "efeito de forte valorização do euro em relação à maioria das divisas desde junho", afirma um comunicado da empresa, que está presente em 93 países e que realiza 40% das vendas fora da Europa.

O aumento das vendas também foi resultado da abertura de novas lojas em 35 países.

O grupo abriu 113 pontos de venda no primeiro semestre de 2017, contra 83 no mesmo período de 2016.

Ao final de julho, a empresa tinha 7.405 lojas para suas oito marcas.

As maiores altas nas vendas foram registradas pelas marcas Uterqüe (+27%), Oysho (+18%) e Bershka (+14%).

O resultado operacional (Ebitda) registrou alta de 9%, a 2,3 bilhões de euros.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP