Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Vista da sede do BCE, em Frankfurt

(afp_tickers)

A inflação na Eurozona permaneceu estável em setembro, a 1,5%, anunciou nesta sexta-feira a agência de estatísticas Eurostat, um resultado inferior à meta de aproximadamente 2% pretendida pelo Banco Central Europeu (BCE).

A primeira estimativa da agência europeia de estatísticas é levemente inferior às previsões dos analistas consultados pela empresa de serviços financeiros Factset, que projetavam uma inflação de 1,6% e setembro.

O BCE considera uma inflação levemente inferior a 2,0% em ritmo anual um sinal de boa saúde econômica, pois corresponde à definição de estabilidade de preços.

Desde 2015, a instituição reduziu as principais taxas de juros ao menor nível histórico e inundou o mercado com liquidez, comprando a cada mês bilhões de euros em dívida.

Esta política permitiu sustentar o crescimento econômico e afastar o fantasma da deflação na zona do euro, que ameaçava o bloco em 2014.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP