Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O secretário-geral da Interpol, Jurgen Stock

(afp_tickers)

O Secretário geral da Interpol, Jurgen Stock advertiu em evento realizado em Doha, nesta terça-feira, que o terrorismo e a segurança cibernética são ameaças crescentes para os grandes eventos esportivos.

Em discurso durante conferência sobre segurança na capital do Catar, país que vai sediar a Copa do Mundo de 2022, Stock garantiu que o espectro das ameaças, entre as quais está também a violência dos hooligans, também existe nos grandes eventos esportivos.

"Infelizmente estas ameaças estão crescendo", disse Stock aos jornalistas. "Estão se internacionalizando e são cada vez mais complexas, o que requer mais do que nunca o reforço da cooperação entre diferentes agências", acrescentou.

Stock citou como exemplo os problemas com torcedores organizados na última Eurocopa-2016, na França, os ataques cibernéticos contra os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e o risco de ataques terroristas durante a próxima Copa do Mundo da Rússia-2018.

Na mesma conferência sobre segurança, também tomou parte Hassan al-Thawadi, secretário geral do Catar-2022. O dirigente assegurou que o Mundial realizado pelo emirado "será seguro".

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP