Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Sudaneses tentam atravessar área alagada em Cartum, 3 de agosto de 2014

(afp_tickers)

Recentes inundações no Sudão causaram a morte de 39 pessoas e destruíram milhares de casas.

Durante uma reunião de emergência do governo, o ministro do Interior, Ismat Abdel Rahman, informou sobre a morte de 39 pessoas em todo o país, incluindo 17 no Estado de Cartum, onde fica a capital de mesmo nome.

"A maior parte do país foi atingida por fortes chuvas, mais fortes que o normal", acrescentou, indicando cerca de 5.500 casas destruídas em cinco províncias do país.

Chuvas torrenciais provocaram um forte aumento no nível do rio Nilo na capital. O ministro da Água, Mouattaz Moussa Abdallah Salim, alertou que, se o nível da água aumentar ainda mais nesse rio, "novas inundações podem ser causadas", de acordo com a agência oficial Suna.

No início da estação das chuvas no Sudão, três violentas tempestades já atingiram o país, principalmente a região de Cartum, desde 25 de julho.

Os sudaneses estão insatisfeitos com a lentidão na chegada de ajuda, mas o governo garante que todos os afetados serão atendidos.

AFP