AFP

Inundações em Pierrefonds, no subúrbio de Montreal, em 8 de maio de 2017

(afp_tickers)

As inundações em 171 localidades de Quebec (leste do Canadá), 10 delas declaradas em estado de emergência, provocaram a evacuação de cerca de 2.000 pessoas, que foram alojadas em abrigos, segundo o último boletim da Segurança Civil desta terça-feira.

O rio São Lourenço e vários outros transbordaram, desde o Lago Ontário (centro) até o leste da província de Quebec, danificando cerca de 3.000 residências e edifícios públicos.

A subida das águas atingiu seu pico na segunda-feira perto da capital, Ottawa, e graves inundações foram relatadas em torno da cidade de Rigaud (70 km a oeste de Montreal), onde o nível das águas já começou a se estabilizar.

O primeiro-ministro de Quebec, Philippe Couillard, disse nesta terça-feira durante uma conferência de imprensa que "agora começamos uma fase de lenta queda dos níveis (de água), (...) mas isso não significa que os terrenos" voltarão a estar acessíveis "amanhã ou depois de amanhã".

A cidade de Montreal estendeu por mais cinco dias o estado de emergência que foi decretado no domingo por 48 horas.

AFP

 AFP