Oito países em conflito com os Estados Unidos, incluindo Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, pediram em carta ao secretário-geral da ONU, divulgada nesta quinta-feira, para pressionar Washington a suspender sanções contra eles, no âmbito da luta mundial contra o coronavírus.

"Pedimos que solicite a suspensão completa e imediata dessas medidas ilegais, coercitivas e arbitrárias de pressão econômica (...) para garantir uma resposta completa, eficaz e eficiente de todos os membros da comunidade internacional ao coronavírus", destaca o Carta endereçada a António Guterres, datada de quarta-feira e divulgada no Twitter pela missão iraniana à ONU.

O objetivo da petição também é "rejeitar a politização da pandemia", acrescentou a carta.

Além do Irã, um dos países mais afetados pelo Covid-19 e os três países da América Latina, Rússia, China, Coreia do Norte e Síria também assinam a carta.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.