Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Desfile da Guarda Revolucionária em Teerã no dia 21 de setembro de 2008

(afp_tickers)

A Guarda Revolucionária, o exército de elite do governo islâmico do Irã, anunciou em um comunicado que derrubou um avião sem piloto israelense que sobrevoava uma área próxima da central de enriquecimento de urânio de Natanz.

"Um avião sem piloto de espionagem do regime sionista foi abatido por um míssil. Este avião tentava se aproximar da área nuclear de Natanz", afirma uma nota da Guarda Revolucionária no site oficial Sepahnews.com.

"Esta ação demonstra novamente o caráter aventureiro do regime sionista. A Guarda Revolucionária e as demais Forças Armadas se reservam o direito de responder a esta ação", completa o comunicado.

A unidade de Natanz é o principal centro de enriquecimento de urânio do Irã, onde estão instaladas mais de 16.000 centrífugas. Outras 3.000 estão na central de Fordoo, escondidas entre as montanhas e mais difíceis de destruir.

Israel ameaçou várias vezes atacar as instalações nucleares iranianas.

Grande inimigo do Irã, Israel rejeita qualquer acordo entre a República Islâmica e as grandes potências que permita a Teerã conservar o programa de enriquecimento de urânio, pois acredita que a República Islâmica poderia utilizar o material para produzir armamento atômico.

O Irã alega que seu programa nuclear tem fins estritamente pacíficos e civis.

AFP