AFP

O secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Abul Gheit, disse que Irã e Israel são os principais beneficiados dos problemas no mundo árabe, "o pior" caos que já vivenciou

(afp_tickers)

O secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Abul Gheit, disse nesta segunda-feira que Irã e Israel são os principais beneficiados dos problemas no mundo árabe, "o pior" caos que já vivenciou.

"Tenho 74 anos e nunca vi algo pior do que o que estamos presenciando neste momento", disse Ahmed Abul Gheit no início do Arab Media Forum, que reúne durante dois dias centenas de responsáveis de organismos de imprensa em Dubai.

"O Irã está gostando do que está acontecendo com o mundo árabe. Alguns no Irã estão observando e esperando que nos destruamos", acrescentou.

Segundo ele, Israel também se aproveita da situação no Oriente Médio, num momento em que está sob pressão para encontrar uma solução com os palestinos.

"Se eu fosse primeiro-ministro" de Israel, "pensaria que este é o melhor momento para Israel", disse o chefe da Liga Árabe.

Vários países árabes, especialmente as monarquias árabes do Golfo, acusam o Irã de interferir em seus assuntos internos, especialmente no Bahrein e Iêmen.

Teerã apoia o regime de Bashar al-Assad na Síria, enquanto a Arábia Saudita e outros países árabes apoiam a oposição. Da mesma forma, o Irã exerce uma influência considerável sobre o Iraque.

AFP

 AFP