AFP

(Arquivo) O secretário de Estado americano, Rex Tillerson

(afp_tickers)

O Irã convocou o encarregado de negócios da Suíça, cujo país representa os interesses dos Estados Unidos na República Islâmica, para protestar contra declarações do secretário de Estado Rex Tillerson sobre uma mudança de regime no país.

"O encarregado de negócios suíço foi convocado pelo ministério das Relações Exteriores para a transmissão de um forte protesto da República Islâmica do Irã contra as declarações do secretário de Estado americano (...) contrárias às normas internacionais e à carta da ONU", declarou Bahram Ghassemi, porta-voz da diplomacia iraniana.

Na semana passada, Rex Tillerson afirmou que a política de Washington a respeito do Irã é a "de provocar o recuo de sua hegemonia (no Oriente Médio), conter sua capacidade para desenvolver armas nucleares e apoiar os elementos dentro do Irã a favor de uma transição pacífica" do regime.

O Irã também enviou uma carta ao secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, para protestar contra as declarações, segundo a agência iraniana Isna.

Estados Unidos e Irã não têm relações diplomáticas desde 1980.

AFP

 AFP