Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Forças iraquianas se aproximam da cidade de Akachat

(afp_tickers)

As tropas iraquianas anunciaram a reconquista, neste sábado (16), da localidade de Akachat, no deserto ocidental, uma operação que reforça os preparativos para a batalha por Qaim, bastião do grupo Estado Islâmico (EI) na fronteira com a Síria.

"O Exército, o Hashd al-Shaabi, os guardas fronteiriços retomaram a totalidade de Akachat", indicou o Comando Conjunto de Operações (JOC), que coordena a luta contra o EI no Iraque.

As unidades paramilitares do Hashd al-Shaabi (chamadas de "mobilização popular") apoiam as forças do governo iraquiano desde 2014, contando com o suporte da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos para recuperar das mãos do EI os territórios conquistados naquele ano.

Akachat, uma aldeia onde vivem 300 famílias, encontra-se perto da fronteira síria e cerca de 100 quilômetros ao sudoeste de Qaim.

Na área, há estoques de armas e explosivos, campos de treinamento e centros de comando extremistas, relataram autoridades locais.

Os extremistas chegaram a controlar um terço do país e, agora, contam com as regiões de Hawija, 230 km ao norte de Bagdá, e três localidades do deserto oriental na fronteira com a Síria - Al Qaim, Rawa e Anna, quase 350 km ao oeste. Segundo um general iraquiano, "mais de 1.500 jihadistas" se encontram estacionados lá.

Em julho, as tropas iraquianas reconquistaram Mossul (norte), a segunda cidade mais importante do país.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP