Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Junho) Jovem agita uma bandeira palestina durante confrontos com forças de segurança israelenses perto da barreira fronteiriça do campo de refugiados de Jabalia, na Faixa de Gaza

(afp_tickers)

Israel vai acelerar a construção de um muro subterrâneo ao longo de sua fronteira com Gaza, para impedir comandos palestinos de entrarem em seu território através de túneis - informaram fontes militares e da imprensa.

As autoridades israelenses, que querem terminar o muro até dois anos, consideram os túneis que unem a Faixa de Gaza a seu país como uma das maiores ameaças para sua segurança.

Em 2014, Israel destruiu cerca de 30 túneis na última guerra travada contra o Hamas em Gaza, reduto palestino dirigido pelo movimento Hamas desde 2007 e que está submetido a um bloqueio israelense.

"Nos próximos meses, vamos acelerar a construção desse obstáculo. Esperamos que a construção termine em dois anos", afirmou o comandante da região militar sul, general Eyal Zamir.

Cerca de mil trabalhadores participam da obra, cujo custo alcançará US$ 833 milhões.

A imprensa israelense indicou que também será construída uma barreira marítima, a qual terá a forma de um cais na fronteira com Gaza. O objetivo é impedir a passagem de mergulhadores do Hamas.

AFP