AFP

(2003) O então presidente mexicano, Vicente Fox (c), e o governador de Tamaulipas, Tomas Yarrington (d), participam de um evento em Nuevo Laredo

(afp_tickers)

Tomás Yarrington, ex-governador do estado mexicano de Tamaulipas (1999-2005), acusado de lavagem de dinheiro do narcotráfico e procurado pelos Estados Unidos, foi detido na Itália neste domingo.

De acordo com a Procuradoria Geral Mexicana, Tomás Jesús Yarrington Ruvalcaba, que era procurado desde 2012, deve responder pelas acusações de "crime organizado e operações com recursos de procedência ilícita".

A Procuradoria explicou que a detenção de Yarrington foi possível graças a um alerta vermelho da Interpol para a localização e captura do ex-governador, que era membro d do Partido Revolucionário Institucional (PRI), do qual foi expulso em 2016.

Em dezembro do ano passado, a justiça mexicana ofereceu uma recompensa de 15 milhões de pesos (803.000 dólares) pela captura de Yarrington, que como governador de Tamaulipas teria estabelecido vínculos com os poderosos cartéis que atuam neste estado fronteiriço com os Estados Unidos.

AFP

 AFP