Navigation

Japão faz teste clínico de trasplante com células iPS na coluna dorsal

(Arquivo) Um grupo de pesquisadores japoneses anunciou nesta segunda-feira para breve um teste clínico com células-tronco pluripotentes induzidas (iPS) para tratar lesões na medula dorsal afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 18. fevereiro 2019 - 16:17
(AFP)

Um grupo de pesquisadores japoneses anunciou nesta segunda-feira para breve um teste clínico com células-tronco pluripotentes induzidas (iPS) para tratar lesões na medula dorsal.

O teste, realizado por uma equipe da Universidade de Keio, em Tóquio, e aprovado pelas autoridades, deve ocorrer este ano com quatro pacientes.

Trata-se do transplante de dois milhões de células (iPS) na coluna em cada um dos pacientes. Após a operação, um programa de reeducação e supervisão está planejado para um ano.

O principal objetivo do teste, que a equipe apresenta como o primeiro do mundo no campo, é verificar se as células transplantadas são inócuas e validar o método de transplante.

"Faremos o máximo possível para proporcionar tratamento aos pacientes e garantir sua segurança", declarou Hideyuki Okano, professor de fisiologia, em entrevista coletiva.

O estudo será realizado em pacientes com 18 anos ou mais que perderam completamente suas funções motoras e sensoriais.

No Japão, mais de 100 mil pessoas se encontram paralisadas por lesões na medula dorsal.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.