Navigation

Japão lança um satélite de observação de dióxido de carbono

(Junho) Poluição na capital chilena afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 29. outubro 2018 - 12:52
(AFP)

O Japão lançou nesta segunda-feira um satélite para compilar informações sobre a presença de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera.

O foguete japonês H-2A, construído pela Mitsubishi Heavy Industries (MHI), decolou da base de Tanegashima, sul do país.

"O lançamento aconteceu como estava previsto", informou a Agência Aeroespacial Japonesa (Jaxa).

O satélite, batizado Ibuki 2 , está especialmente equipado para observar a presença de dióxido de carbono na atmosfera e seu impacto no planeta. Vai substituir o primeiro Ibuki, lançado em janeiro de 2009.

O Ibuki 2 se caracteriza por seus sensores que medem com maior precisão o dióxido de carbono e o metano. Também está equipado para quantificar as partículas finas PM2.5.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.