Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Soldado monta guarda diante de um sistema PAC-3, em Tóquio

(afp_tickers)

O Japão vai instalar um sistema adicional de defesa antimísseis na ilha de Hokkaido, afirmou o ministro da Defesa, três dias depois do lançamento pela Coreia do Norte de um foguete que sobrevoou seu território.

"Vamos instalar um sistema PAC-3 em uma base de defesa do exército na zona sul da ilha de Hokkaido", disse Kensaku Mizuseki.

De acordo com fontes locais, o Japão já instalou o sistema terra-ar Patriot Advanced Capability-3 (PAC-3) em outra área de Hokkaido, a ilha norte do arquipélago.

Mizuseki não confirmou se a bateria PAC-3 foi deslocada, alegando que esta é uma informação sensível.

A decisão foi anunciada em um momento de grande tensão com a Coreia do Norte.

Na segunda-feira, o secretáio de Defesa americano, Jim Mattis, advertiu que o país tem "muitas" opções militares contra a Coreia do Norte, incluindo algumas que não provocam risco a Seul.

Mattis também confirmou que Washington e Seul discutiram a possibilidade de enviar armas nucleares táticas e de tamanho limitado a Coreia do Sul.

O programa nuclear de Pyongyang deve ser um dos principais temas do discurso do presidente Donald Trump na Assembleia Geral da ONU nesta terça-feira.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP