Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Momoi recebe o certificado de homem mais velho do mundo, em um hospital de Tóquio

(afp_tickers)

Um japonês nascido há 111 anos foi reconhecido nesta quarta-feira como o homem mais velho do mundo.

Sakari Momoi, ex-diretor de uma escola nascido no dia 5 de fevereiro de 1903, recebeu o certificado do livro Guinness confirmando seu feito.

Vestido de forma elegante com um terno preto, camisa branca e uma gravata prateada, Momoi reuniu a imprensa na residência de idosos onde vive e disse que não tem pressa em ir embora.

"Quero viver mais uns dois anos", confessou.

Momoi recebeu o título após a morte em junho do americano Alexander Imich, nascido um dia antes.

Embora não escute bem, Momoi está bem de saúde. Gosta de ler e assistir sumô na televisão, segundo a imprensa local.

A mulher mais velha do mundo, Misao Okawa, de 116 anos, também é japonesa.

Cerca de 25% dos 128 milhões da população do Japão têm 65 anos ou mais. As previsões indicam que esta porcentagem, uma das mais altas do mundo, vai disparar a 40% nas próximas décadas.

AFP