Navigation

Jihadistas ordenam mutilação genital feminina no Iraque

Mulheres em um acampamento para refugiados internos montado na cidade iraquiana de Aski Kalak afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 24. julho 2014 - 13:38
(AFP)

Os jihadistas do Estado Islâmico (EI) ordenaram que todas as mulheres com idades compreendidas entre 11 e 46 anos do Iraque sejam submetidas à mutilação genital, informou a ONU.

"É uma fatwa do EI, acabaram de nos informar sobre isso", declarou no Iraque Jacqueline Badcock, número dois da ONU no país, em uma videoconferência organizada em Genebra.

Badcock citou cifras do Fundo das Nações Unidas para a População, segundo as quais cerca de quatro milhões de meninas e mulheres podem ser afetadas pela medida.

As mutilações genitais não são comuns no Iraque, e se restringem mais a regiões isoladas.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?