Navigation

Jihadistas se apoderam de base importante do exército sírio

Jihadistas do EI marcham em Raqa, em 30 de junho de 2014, em imagem da rede Welayat Raqa. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 26. julho 2014 - 18:18
(AFP)

Os jihadistas do Estado Islâmico (EI) estenderam um pouco mais seu controle sobre a província de Raqa, no norte da Síria, tomando uma base do exército depois de combates que custaram a vida de ao menos 85 soldados em 48 horas.

"O EI tomou o controle da Divisão 17", declarou neste sábado à AFP o diretor do Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), Rami Abdel Rahman.

O exército sírio se retirou na noite de sexta-feira desta grande base situada ao norte da cidade de Raqa, reduto do EI, depois de 48 horas de combates, segundo o OSDH.

Com a perda da Divisão 17, o exército conta agora com apenas duas posições na província de Raqa.

Desde o início, na quinta-feira ao amanhecer, do ataque do EI contra esta base, ao menos 50 soldados foram executados pelos jihadistas, 19 morreram em um duplo atentado suicida e ao menos outros 16 morreram em combates, disse o OSDH.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?