Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Junho) Jornalistas protestam em Caracas contra os ataques a colegas

(afp_tickers)

Um jornalista que estava desaparecido há 72 horas na Venezuela foi encontrado nesta segunda-feira, ferido, na estrada que liga Caracas à cidade costeira de La Guaira, informou o maior sindicato de imprensa do país.

O repórter Jesús Medina "foi encontrado na estrada Caracas-La Guaira, seminu e agredido", informou no Twitter o Sindicato Nacional de Trabalhadores da Imprensa (SNTP), que publicou uma foto do jornalista com hematomas no rosto.

No domingo, o SNTP denunciou o desaparecimento de Medina, jornalista do portal dolartoday.com - forte crítico do governo e principal referência do mercado paralelo de divisas -, após a publicação de uma reportagem sobre irregularidades em uma penitenciária.

Medina foi levado na segunda-feira para uma unidade da Guarda Nacional para "verificar seu estado de saúde e prestar depoimento", de acordo com o sindicato.

Na quinta-feira, Medina publicou uma mensagem na qual denunciava intimidações.

"Atenção! Começam as ameaças contra minha família e minha pessoa pelas publicações da reportagem de Tocorón".

A matéria do jornalista contava com fotografias de uma suposta discoteca dentro da prisão, que abriga detentos considerados perigosos.

No dia 6 de outubro, Medina foi detido com um jornalista italiano e outro suíço depois de entrar em Tocorón, no estado de Aragua (norte). Dois dias depois foram liberados por ordem da Promotoria.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










AFP