AFP

Manifestantes bloqueiam rua de Caracas durante protesto contra o presidente Nicolás Maduro em 2 de maio

(afp_tickers)

Um jovem de 21 anos morreu nesta terça-feira durante uma "tentativa de saque" em Valencia, informou à AFP um funcionário do Ministério do Público, o que eleva a 29 o número de óbitos ligados aos protestos contra o presidente Nicolás Maduro.

No Twitter, o Ministério Público revelou que o jovem morreu em "situação irregular" que está sendo investigada.

"Lamentamos profundamente a morte deste jovem ocorrida durante a noite desta terça-feira na Av. Villa Florida de Valencia", estado Carabobo, declarou o Ministério Público.

Segundo a imprensa local, após um protesto da oposição começaram distúrbios e tentativas de saques, e o proprietário de um estabelecimento que iria ser roubado atirou contra várias pessoas, matando o jovem.

A atual onda de protestos contra o governo Maduro, iniciada em 1º de abril, já deixou 29 mortos - muitos em saques - e centenas de feridos e detidos.

Centenas de manifestantes bloquearam ruas e estradas em Caracas e em outras cidades da Venezuela nesta terça-feira (2), em protesto contra a convocação por Maduro de uma Assembleia Constituinte.

AFP

 AFP