Navigation

Julgamento de Cristina Kirchner por corrupção adiado para maio

Cristina Kirchner afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 18. fevereiro 2019 - 18:59
(AFP)

A justiça argentina anunciou nesta segunda-feira o que o início do julgamento por corrupção da ex-presidente Cristina Fernández de Kirchner foi adiado para 21 de maio.

O julgamento que tinha o início marcado para 26 de fevereiro foi adiado por causa do estade saúde de um dos integrantes do Tribunal Oral Federal, o juiz Jorge Tassara que será operado nos próximos dias.

No processo, Kirchner é acusada de favorecer o empresário Lázaro Baez com a concessãod e 52 obras públicas no valor de 1,15 bilhão de dólares em Santa Cruz, Patagônia, província do sul da Argentina que foi o trampolim da ex-presidente para a política nacional.

O delito foi cometido durante seus dois mandatos, entre 2007 e 2015, e o processo também inclui o período de governo de seu falecido marido, o ex-presidente Néstor Kirchner (2003-2007).

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.