Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker

(afp_tickers)

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, afirmou nesta terça-feira que a Turquia, que provoca grandes preocupações a respeito de temas como os direitos humanos e o Estado de direito, afasta-se da União Europeia "a passos gigantescos".

Juncker afirmou que mantém boas relações com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, mas mencionou a "suspeita" de que ele espera que a Europa "anuncie que deseja encerrar as negociações para que a responsabilidade seja apenas da União Europeia e não da Turquia".

"A Turquia se afasta a passos gigantescos da Europa", disse em um discurso para os embaixadores da UE.

As negociações de adesão da Turquia ao bloco, iniciadas em 2005, estão paralisadas. Mas a maioria dos países europeus não deseja no momento uma suspensão oficial do processo pelo medo de provocar uma ruptura definitiva com um aliado chave na crise migratória e na luta antiterrorista.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP