Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) A Justiça da República Checa anunciou na quarta-feira a prisão de um checo detido recentemente na Tailândia após ter transmitido em seu país o vírus da aids a várias pessoas, entre elas um menor de 13 anos

(afp_tickers)

A Justiça da República Checa anunciou na quarta-feira a prisão de um checo detido recentemente na Tailândia após ter transmitido em seu país o vírus da aids a várias pessoas, entre elas um menor de 13 anos.

O indivíduo, de 49 anos, foi identificado pela imprensa como Zdenek Pfeifer, e é acusado de oito crimes, entre eles ferimentos graves voluntários e propagação de doença contagiosa, segundo o representante da promotoria, Vladimir Jan.

Pfeifer foi colocado em prisão temporária em Usti-nad-Labem (noroeste) na quarta-feira, após ter sido transferido por avião da Tailândia, com uma escolta de cinco policiais checos.

Ele "pode ser condenado a entre cinco e 12 anos de prisão", declarou Jan, citado pela agência CTK.

"A data do início do seu processo ainda não foi estabelecida", informou à AFP a porta-voz do tribunal regional de Usti-nad-Labem, Marcela Trejbalova.

Segundo a polícia checa, o homem estava ciente da sua infeção pelo vírus HIV desde setembro de 2013.

Pfeifer manteve relações sexuais com ao menos 23 personas em todo o país sem informá-las do seu estado de saúde, e transmitiu o vírus a ao menos três delas, incluindo um menino de 13 anos.

A polícia estima que o número de vítimas pode ser maior.

Zdenek Pfeifer entrou na Tailândia em junho de 2015. Depois da expiração do seu visto de turista, viveu no país ilegalmente por um ano e meio.

Foi detido na zona turística de Phuket, no sul do país, poucos dias depois da publicação de artigos de imprensa que alertavam sobre sua presença na Tailândia.

AFP