Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Shakira canta durante cerimônia de encerramento do Mundial de futebol do Brasil em 13 de junho de 2014

(afp_tickers)

"Loca", hit da cantora colombiana Shakira lançado em 2010, é plágio de uma canção composta por um músico dominicano em 1998 - determinou um tribunal de Nova York em um processo por violação de direito autoral.

Em uma sentença de 40 páginas, da qual a AFP obteve uma cópia nesta quarta-feira, o juiz federal Alvin Hellerstein considerou que "Loca" é uma "cópia ilegal" da canção do compositor e cantor dominicano Ramón Arias Vásquez.

Durante o processo, Arias disse ter escrito sua canção "Loca con su Tiguere" entre 1996 e 1998. Ele chegou a interpretá-la em uma sessão no tribunal. A música foi registrada em uma fita cassete apresentada no processo.

Em 2007, o também dominicano Edward Edwil Bello Pou, conhecido como "El Cata", lançou a música de Arias como de sua autoria e a transformou em um sucesso no país.

O álbum de Shakira "Sale el Sol", de 2010, tem duas músicas que eram versões de Bello, que canta em alguns momentos.

Detentora dos direitos das músicas de Arias, a Mayimba Music processou a Sony Corp of America e várias de suas filiais em 2012 por violação de direito autoral.

O juiz limitou a responsabilidade a duas empresas da Sony - a Sony/ATV Latin e a Sony/ATV Discos - e considerou que a versão inglesa da canção, interpretada apenas por Shakira, não era uma violação dos direitos autorais de Arias.

"Loca" foi um sucesso e vendeu milhões de cópias em todo o mundo.

AFP