Navigation

Justiça nega autorização a Lula para comparecer ao velório do irmão

(Arquivo) A justiça negou ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde abril do ano passado, autorização para comparecer ao funeral de seu irmão Genival Inácio da Silva, mais conhecido como Vavá afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 30. janeiro 2019 - 10:27
(AFP)

A justiça negou ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde abril do ano passado, autorização para comparecer ao funeral de seu irmão Genival Inácio da Silva, mais conhecido como Vavá.

A sentença da juíza Carolina Lebbos é baseada nos pareceres solicitados à Polícia Federal (PF) e ao Ministério Público antes de tomar uma decisão.

Vavá, que faleceu na terça-feira aos 79 anos, vítima de câncer, começou a ser velado no Cemitério Pauliceia, em São Bernardo do Campo. O enterro está previsto para a tarde desta quarta-feira.

A PF recomendou não autorizar o pedido alegando questões logísticas, entre elas não dispor dos meios de transporte necessários para que o ex-presidente possa comparecer a tempo "dos ritos post mortem de seu irmão, e de segurança, ante o alto poder de mobilização do ex-presidente".

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.