Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Manifestante protesta em Istambul, no dia 25 de outubro de 2017

(afp_tickers)

Um tribunal de Istambul decretou na noite desta quarta-feira a libertação condicional de oito ativistas pró-direitos humanos, incluindo Idil Eser, diretora da ONG Anistia Internacional na Turquia, um cidadão alemão e outro sueco, informou um jornalista à AFP.

O mesmo tribunal decidiu manter na prisão Taner Kiliç, presidente da Anistia Internacional na Turquia.

No total, onze ativistas compareceram ao tribunal por atividades "terroristas", em um processo que gera preocupação entre a comunidade internacional.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP