Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Justin Bieber em foto de 8 de agosto de 2017

(afp_tickers)

O popular cantor pop Justin Bieber, mais conhecido por seus escândalos que, por suas posturas políticas, expressou nesta sexta-feira um inesperado apoio ao movimento "Black Lives Matter" (As vidas dos negros importam).

O artista canadense de 23 anos, que terminou abruptamente uma turnê curta em julho, aproveitou sua conta no Instagram para mostrar apoio ao movimento que cresceu em repúdio às mortes de negros pelas mãos da Polícia.

"Sou um canadense branco e nunca saberei o que se sente ser um negro americano, mas o que sei é que desejo fazer algo e utilizar minha voz para por em evidência o racismo", escreveu.

"É um verdadeiro problema e agora prevalece mais do que nunca vi na minha vida", expressou, junto a uma fotografia do logotipo de "Black Lives Matter".

Geralmente o cantor se mantém à margem do terreno político. Em uma entrevista em 2011 denunciou o aborto como um assassinato.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP