Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Paraquedistas participam de um show aéreo na capital de Belarus, Minsk, em 21 de junho, 2014.

(afp_tickers)

Os serviços de segurança ucranianos afirmaram nesta segunda-feira que o Exército havia detido dez paraquedistas russos no leste da Ucrânia e que os soldados estavam sendo interrogados em uma investigação criminal.

De acordo com um comunicado dos Serviços de Segurança da Ucrânia (SBU), os militares da 98ª Divisão Aerotransportada, com sede na Rússia Central, foram detidos perto da aldeia ucraniana de Dzerkalne, cerca de 50 quilômetros a sudeste da cidade de Donetsk, reduto dos insurgentes pró-Rússia.

"Foi aberta uma investigação criminal sobre a passagem ilegal de cidadãos russos armados pela fronteira", declararam os SBU em um comunicado. "Soldados russos foram detidos com documentos pessoais e armas", acrescentou.

O ministro ucraniano de Defesa, Valeri Geletey, disse que os soldados foram detidos nesta segunda-feira.

O anúncio acontece horas antes de o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, e seu homólogo russo, Vladimir Putin, se reunirem em Minsk na terça-feira para tentar alcançar uma solução para o conflito no leste da Ucrânia.

AFP