Navigation

Líderes palestinos denunciam massacre cometido por Israel em Shajaya

O governo e a presidência palestinas denunciaram neste domingo um "massacre atroz" no bairro de Shajaya, periferia leste da cidade de Gaza, onde ao menos 62 palestinos foram mortos nos bombardeios israelenses afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 20. julho 2014 - 13:32
(AFP)

O governo e a presidência palestinas denunciaram neste domingo um "massacre atroz" no bairro de Shajaya, periferia leste da cidade de Gaza, onde ao menos 62 palestinos foram mortos nos bombardeios israelenses.

"O governo palestino condena de maneira firme o massacre atroz cometido pelas forças de ocupação israelenses contra os civis inocentes de Shajaya", afirma um comunicado, que chama a comunidade internacional a "reagir imediatamente contra este crime de guerra".

Por sua vez, o chefe da Liga Árabe, Nabil al-Arabi, chamou de "crime de guerra" os bombardeios a esta localidade, apelando ao "fim imediato" da ofensiva israelense contra o enclave palestino.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.