Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A Mona Lisa, de Leonardo da Vinci, fotografada no Museu do Louvre, em Paris, em 5 de abril de 2005

(afp_tickers)

O desenho de uma modelo nua que apresenta uma semelhança impressionante com a Mona Lisa pode ter sido feito por Leonardo da Vinci, disseram especialistas à AFP nesta quinta-feira.

Cientistas do Museu do Louvre, em Paris, onde a obra-prima do pintor está exposta, estão analisando um desenho a carvão conhecido como a "Monna Vanna" que foi atribuído ao estúdio do artista florentino.

O grande desenho pertence desde 1862 à enorme coleção de arte renascentista do Museu Condé, no Castelo de Chantilly, ao norte da capital francesa.

Os curadores do museu acreditam, após um mês de testes no Louvre, que o "desenho é, pelo menos em parte", de Da Vinci.

"O desenho tem uma qualidade na forma como o rosto e as mãos foram executados que é realmente notável. Não é uma cópia inferior", disse o conservador Mathieu Deldicque à AFP.

"Estamos olhando para algo que foi trabalhado em paralelo com a Mona Lisa no final da vida de Leonardo", afirmou.

"É quase certamente um trabalho preparatório para uma pintura a óleo", acrescentou, sugerindo que o desenho está intimamente ligado à Mona Lisa.

- 'Quase idênticos' -

Segundo Deldicque, as mãos e o corpo são quase idênticos aos da obra-prima de Da Vinci.

O desenho é quase do mesmo tamanho da Mona Lisa, e pequenos buracos perfurados em torno da figura indicam que ela pode ter sido usada para traçar sua forma em uma tela, argumentou.

O especialista em conservação do Louvre Bruno Mottin confirmou que o desenho data da época em que Da Vinci viveu, no início do século XV, e que era de uma "qualidade muito alta".

Testes já revelaram que não se trata de uma cópia de um original perdido, disse o especialista ao jornal Le Parisien.

Ele observou, no entanto, que "devemos permanecer prudentes" sobre a atribuição definitiva a Da Vinci, que morreu na França em 1519.

"O tracejado na parte de cima do desenho perto da cabeça foi feito por uma pessoa destra", enquanto Da Vinci desenhava com a mão esquerda.

"É um trabalho que vai levar algum tempo", acrescentou. "Este é um desenho sobre o qual é muito difícil trabalhar porque é particularmente frágil".

Mas Mottin disse que a equipe do museu espera esclarecer a identidade do autor em um prazo de dois anos, a tempo para uma exposição no Chantilly com motivo do 500º aniversário da morte de Leonardo da Vinci.

Mais de 10 especialistas estudaram cuidadosamente o desenho nas últimas semanas, usando uma variedade de escâneres e outros métodos científicos.

Suas investigações se concentraram em averiguar se o desenho foi feito antes ou depois da Mona Lisa, que foi pintada após 1503.

O desenho do Chantilly foi originalmente atribuído ao mestre toscano quando foi comprado pelo duque de Aumale, em 1862, por 7.000 francos, uma quantia substancial na época.

Mais tarde, os especialistas tiveram dúvidas sobre a autoria e concluíram que era mais provável que o desenho tinha sido feito por algum membro do estúdio do artista.

Há cerca de 20 pinturas e desenhos da Mona Lisa nua em coleções de todo o mundo, mas a maioria é muito difícil de datar.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP